Laboratório de Experimentação em Estruturas
  • Sobre o Laboratório de Experimentação em Estruturas

    Publicado em 08/06/2017 às 16:47

    O Laboratório de Experimentação em Estruturas (LEE) está administrativamente ligado ao Departamento de Engenharia Civil (ECV) e ao Centro Tecnológico (CTC)  da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem como supervisora a Profª. Drª. Poliana Dias de Moraes  e gerente técnico o servidor Ivan da Silva Ribas. O laboratório possui uma área de 400 m2 projetada para a realização de ensaios e sua equipe técnica é formada por professores, técnicos e alunos de doutorado, mestrado e iniciação científica.

    O Laboratório dedica-se a atividades de ensino, pesquisa e extensão, realizando aulas práticas, estudos sobre o comportamento de estruturas e materiais estruturais e ensaios mecânicos de avaliação de desempenho de materiais e elementos construtivos.

    Para mais informações clique aqui.


  • Infraestrutura e ensaios

    Publicado em 07/06/2017 às 16:47

    O Laboratório de Experimentação de Estruturas (LEE) conta com um salão para ensaios de 252 m2 em ambiente com pé-direito de 8 m, uma laje de reação de 10 m × 10 m para ensaios que exigem esforços elevados, uma sala de carpintaria de 50 m2, uma sala de projetos de 38 m2, salas de apoio e almoxarifado, totalizando 400 m2. Todo o espaço do salão de ensaios está ao alcance de uma ponte rolante com capacidade de 50 kN.

    Equipamentos disponíveis no laboratório:

    • ponte rolante com capacidade de 50 kN;
    • sistemas hidráulicos para serem acoplados a atuadores de carga. Um com capacidade de pressão de 340 bar e outro para 700 bar. Um sistema hidráulico de aplicação, com acréscimo constante, para até 200 kN, com controle de carga ou deformação;
    • atuadores do tipo cilindro hidráulico para 800, 250 e 100 kN cada;
    • células de carga, com indicador digital, para capacidades de 5 kN, 10 kN, 20 kN, 30 kN, 50 kN, 100 kN, 200 kN e 500 kN. A leitura das cargas feita por meio de células de carga permite precisão de 2,5 daN;
    • máquina de ensaio para a caracterização de corpos de prova e peças estruturais de até 2 m de altura e capacidade de carga de até 3000 kN com precisão de 2 kN;
    • pórticos para ensaios com capacidades de 200 e 2400 kN;
    • máquina de ensaio para pequenos corpos de prova, com capacidade de 100 kN e precisão de 170 N;
    • máquina universal de ensaios de corpos de prova para a caracterização da madeira, com capacidade de 60 kN e precisão de 20 N;
    • cilindros hidráulicos manuais com capacidades de 60, 100 e 120 kN;
    • relógios comparadores, analógicos e digitais, e transdutores de deslocamento com cursos de 1 mm, 10 mm, 30 mm, 50 mm e 100 mm com precisão de centésimo ou milésimo de milímetro;
    • balanças eletrônicas de precisão;
    • higrômetro com sonda por pinos metálicos para a verificação não destrutiva do teor de umidade da madeira;
    • aparelhos para testes de: ultrassom (marca PUNDIT e SYLVATEST), esclerometria, maturidade e penetração de pinos;
    • painel radiante à gás (modelo ASTM E 162-79) para ensaio de inflamabilidade de materiais e de pequenos elementos estruturais submetidos à ação da temperatura;
    • pirômetro ótico OMEGA (fabricanete Omega Engineering, Inc.), tipo K, campo de visão 20:1;
    • sistemas de aquisição de dados da marca HBM, modelos Spider e MGC plus, contendo 32 canais e 48 canais respectivamente, com interface para computador; programas CATMAN e HP-VEE para aquisição e tratamento de dados; programa para ensaios e aquisição de dados na máquina marca KRATOS;
    • autoclave vertical marca Phoenix;
    • câmara climática de 240 L com controles de temperatura entre 10 e 40 oC e umidade relativa do ar entre 10 e 90%, medidas internas em mm: L=500 x P=400 x A=1200;
    • medidores de temperatura, e medidores de umidade da madeira;
    • multímetro digital Hewlett-Packard;
    • estufa marca Quimis capacidade para 1 m³. faixa de trabalho de 0 a 300 °C;
    • ferramentaria de carpintaria;
    • micro-computadores e demais equipamentos de informática para os alunos bolsistas, adquiridos pelo projeto DESEMAD; e
    • câmara infravermelho.

    Além das atividades de ensino e pesquisa, o Laboratório de Experimentação em Estruturas (LEE) atende as demandas da comunidade realizando uma série de serviços. Entre todos, destacam-se os seguintes:

    • ensaio de tubos de concreto;
    • ensaio de impacto de corpo mole e corpo duro;
    • ensaios de guarda corpo;
    • ensaios mecânicos sob temperaturas elevadas;
    • ensaios de determinação do índice de propagação de chamas;
    • ensaio de arrancamento;
    • ensaio mecânico de esquadrias;
    • análise do projeto ou inspeção e diagnóstico de estruturas em campo;
    • ensaio mecânicos de elementos e arranjos estruturais: vigas, pilares, pórticos, paredes, lajes, escadas, postes e demais componentes empregados na construção civil;
    • ensaio para determinação das propriedades mecânicas (resistências e módulos de elasticidade a compressão, cisalhamento, tração, fendilhamento e embutimento) de componentes e painéis de madeira/concreto/metal;
    • ensaio de classificação não destrutiva. Mecânica: ultrassom, eco-impacto, esclerômetro. Física: umidade, condutibilidade térmica, densidade.